Escuridão Interior

Shiva disse:

“Na chuva, durante uma noite escura, penetre essa escuridão como a forma das formas.”

 

Como você pode penetrar a escuridão?

 

Três coisas.

1º passo:
Olhe fixamente para a escuridão. É difícil. É fácil olhar fixamente para uma chama, para qualquer fonte de luz, porque ela está lá como um objeto, assinalada; você pode dirigir a sua atenção para ela. A escuridão não é um objeto; ela está em todo o lugar, está em toda parte. Você não pode vê-la como um objeto. Olhe fixamente para o vácuo. Ele está presente em toda parte; simplesmente olhe dentro dele. Sinta-se à vontade e olhe dentro dele. Ele começará a penetrar os seus olhos. E, quando a escuridão penetra seus olhos, você a está penetrando.
Permaneça de olhos abertos enquanto fizer esta técnica na noite escura. Não feche os olhos, porque de olhos fechados você tem uma escuridão diferente, que é a sua própria escuridão, ela é real. Na verdade, ela é uma parte negativa; não é a escuridão positiva.
A luz está aqui, então, você fecha os olhos e pode ter uma escuridão, mas essa escuridão é simplesmente o negativo da luz. Exatamente como quando você olha pela janela, e fecha os olhos, então, você tem uma imagem negativa da janela. Toda a nossa experiência é relativa à luz; desse modo, quando fechamos os olhos, temos uma experiência negativa da luz, a qual chamamos de escuridão. Ela não é real, ela não servirá…
Abra os olhos, permaneça com os olhos abertos na escuridão, e você terá uma escuridão diferente – a escuridão positiva que existe. Olhe-a fixamente. Continue olhando fixamente a escuridão. Suas lágrimas brotarão, seus olhos ficarão doloridos, doerão. Não se preocupe, apenas continue. E no momento em que a escuridão, a verdadeira escuridão que está presente, penetrar seus olhos, ela lhe dará uma sensação de calma muito profunda. Quando a escuridão real o penetrar, você ficará repleto dela.
E este penetrar da escuridão o esvaziará de toda a escuridão negativa. Este é um fenômeno muito profundo. A escuridão que você possui é algo negativo; ela é contrária à luz. Ela não é a ausência de luz; ela é contrária à luz. Não é a escuridão da qual Shiva está falando como a forma de todas as formas – a escuridão real que existe.
Temos tanto medo dela, que criamos muitas fontes de luz apenas como proteção, e vivemos num mundo iluminado. Então, fechamos nossos olhos e o mundo iluminado reflete-se negativamente no interior. Nós perdemos o contato com a escuridão real que está presente – a escuridão dos essênios, ou a escuridão de Shiva. Não temos nenhum contato com ela. Ficamos com tanto medo dela, que nos afastamos completamente. Estamos com as costas voltadas para ela. Por isso, será difícil, mas se você puder fazê-lo, é milagroso, é mágico. Será revelado em você um ser inteiramente diferente. Quando a escuridão o penetra, você a penetra. É sempre recíproco, mútuo. Você não pode penetrar nenhum fenômeno cósmico sem que o fenômeno cósmico o penetre. Você não pode estuprá-lo, não pode forçá-lo a entrar. Se você estiver disponível, aberto, vulnerável, e se você abrir espaço para qualquer fenômeno da esfera cósmica penetrá-lo, somente então você o penetrará. É sempre mútuo. Você não pode forçá-lo; pode somente permiti-lo.
É difícil encontrar a escuridão real nas cidades agora; difícil, em nossas casas, encontrar a escuridão real. Com a luz irreal, nós tornamos tudo irreal. Até nossa escuridão está poluída, ela não é pura. Desse modo, é bom dirigir-se para algum lugar afastado, apenas para sentir a escuridão. Simplesmente vá para uma cidade afastada, onde não haja eletricidade, ou dirija-se para o alto de uma montanha. Simplesmente fique lá por uma semana para experimentar a escuridão pura.
Você voltará um homem diferente, porque nesses sete dias de absoluta escuridão, todos os medos, todos os medos primitivos, aparecerão. Você terá que encarar monstros, terá que encarar seu próprio inconsciente. Toda a determinação da humanidade… o desejo da humanidade… será como se você estivesse passando através de toda a caminhada que passou. E, do seu inconsciente profundo, muitas coisas surgirão. Elas parecerão reais. Você pode ficar com medo, apavorado, porque elas serão tão reais – e elas são apenas suas criações mentais.
Você tem que chegar a um acordo com o seu inconsciente. E esta meditação na escuridão absorverá toda a sua loucura completamente. Experimente. Até mesmo na sua casa você pode tentar.
Toda noite, por uma hora, permaneça com a escuridão. Não faça nada, apenas olhe fixamente dentro da escuridão. Você terá uma sensação de fusão, e sentirá que algo está entrando em você e que você está entrando em algo.
Permanecendo, vivendo com a escuridão por três meses, uma hora por dia, você perderá todo o sentimento de individualidade, de separação. Então você não será uma ilha; você se tornará o oceano. Você será um com a escuridão. E a escuridão é tão oceânica: nada é tão vasto, nada é tão eterno. E nada está tão perto de você, e de nada você tem tanto pavor e medo como a escuridão. Ela está sempre escondida, sempre esperando.

 

2º passo
Deite-se e sinta-se como se estivesse perto de sua mãe. A escuridão é a mãe, a mãe de tudo. Pense: quando não havia nada, o que havia? Você não pode pensar em nada além da escuridão. Se tudo desaparece, o que haverá ainda? A escuridão estará presente.
A escuridão é a mãe, o útero; desse modo, deite-se e sinta que está deitado no útero de sua mãe. E isso se tornará real, ficará quente e, mais cedo ou mais tarde, você começará a sentir que a escuridão, o útero, o está envolvendo de todos os lugares, você está nela.

 

3º passo
Andando, indo ao trabalho, conversando, comendo, fazendo seja o que for, carregue um pedaço da escuridão dentro de você. A escuridão que o penetrou, simplesmente carregue-a. Exatamente como quando estávamos discutindo sobre o método de carregar uma chama, carregue a escuridão. Como lhe disse, se você carrega uma chama e sente que você é luz, o seu corpo começará a irradiar uma certa luz estranha e aqueles que são sensíveis começarão a senti-la; o mesmo acontecerá com a escuridão.
Se você carregar a escuridão dentro de si, todo o seu corpo se tornará tão relaxado e calmo, tão tranquilo, que isso será percebido. E, da mesma forma que você carrega a luz dentro de si, algumas pessoas ficam atraídas por você, quando você carrega a escuridão dentro de si, algumas pessoas simplesmente escaparão de você. Elas ficarão com medo e apavoradas. Elas não serão capazes de suportar um ser tão silencioso; ficará insuportável para elas.
Carregar a escuridão dentro de si o dia todo o ajudará muito, porque, então, quando você contemplar e meditar na escuridão à noite, a escuridão interior que você carregou o dia todo, o ajudará a encontrar – o interior virá para se encontrar com o exterior.
E, apenas por se lembrar que você está carregando a escuridão – você está repleto de escuridão, cada poro do seu corpo, cada célula do seu corpo está repleta de escuridão – você se sentirá tão relaxado! Experimente isso. Você se sentirá tão relaxado! Tudo em você terá um ritmo mais suave. Você não será capaz de correr, você andará, e o andar será suave também. Você andará vagarosamente, exatamente como anda uma mulher grávida. Você andará vagarosamente, muito cuidadosamente. Você está carregando algo.
E bem o oposto acontece quando você está carregando uma chama: seu andar fica mais ligeiro; ao contrário, você gostaria de correr. Há mais movimento, você fica mais ativo. Carregando a escuridão, você estará relaxado. Os outros começarão a pensar que você é preguiçoso.
Na época em que eu estava na universidade, estive fazendo essa experiência durante dois anos. Eu fiquei tão preguiçoso que até mesmo me levantar da cama pela manhã era difícil. Meus professores ficaram muito perturbados com isso e pensavam que alguma coisa estava errada comigo – ou eu estava doente, ou tinha me tornado absolutamente indiferente. Um professor que me amava muitíssimo, o chefe do meu departamento, ficou tão preocupado, que, nos meus dias de prova, ele vinha me buscar no alojamento pela manhã, apenas para me conduzir à sala de exames a fim de que eu estivesse lá na hora. Todo dia ele olhava se eu tinha entrado na sala, e somente então ele se sentia bem e ia para casa.
Experimente. É uma das mais lindas experiências na vida, carregar a escuridão no seu útero, tornar-se o escuro. Andando, comendo, sentando-se, fazendo seja o que for, lembre-se, a escuridão está dentro de você; você está preenchido por ela. E então, veja como as coisas mudam. Você não pode ficar excitado, não pode ficar muito ativo, não pode ficar tenso. Seu sono se tornará tão profundo que os sonhos desaparecerão e o dia todo você se moverá como se estivesse intoxicado.

O s h O – “The Book of the Secrets, volume IV, Sessão 3”

 

 

Com amor..
DEVA KOMAL
Terapeuta AyurVeda
(21) 31976277 / 966961899

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.