Terapeuta não precisa de terapia?

Você já ouviu a frase: “Mas você é terapeuta, por que tem que fazer terapia?”

Algumas pessoas criaram o mito de que os terapeutas não precisam fazer terapia e que sua formação já basta para a solução de seus conflitos.

Veja, uma formação te dá uma estrutura que te permite trabalhar com o seu cliente/paciente, de modo que ele possa entender as questões e os conflitos, porém nem sempre esse leque de ferramentas funciona para fazer a própria análise, pois existem “pontos cegos” que não conseguimos ver ou que geralmente nos negamos a ver. Desta forma, o profissional que te atenderá te ajudará a enxergar os seus “pontos cegos”, que na maioria das vezes, são a raiz do seu problema. O que chamo de “pontos cegos”, de certa forma, são crenças sobre determinados assuntos, ou ainda algum comportamento inconsciente que se manifesta em determinada situação.

Todavia o ponto mais importante e essencial para o trabalho do jovem terapeuta é: ter consciência da sua personalidade e dos aspectos que pertencem a si e que pertencem ao seu cliente. Quando não conhecemos os nossos aspectos podemos atribuí-los ao cliente/paciente, como por exemplo dizer que ele é um cliente que sofre com problemas de raiva, quando na verdade nós é que sofremos.

Jung foi um dos primeiros que percebeu a necessidade de fazer análise e que a falta de autoconhecimento do terapeuta interfere no trabalho com o cliente.

A análise didática reduz os ricos de projeções infundadas por parte do analista, porque através dela ele se torna mais consciente do que se passa com ele. Assim, entendemos por que o terapeuta necessita fazer terapia.

🌹Terapeutas: Troquem serviços.
Essas trocas são muito importantes para o nosso desenvolvimento pessoal e profissional.

Com amor..
DEVA KOMAL
Terapeuta Integrativo em AyurVeda

Deixe um comentário

Entrar

Cadastrar

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.